Observações sobre tudo e sobre coisa nenhuma
30.6.10

Com excepção do post sobre as vuvuzelas ainda não escrevi sobre o Mundial. E, terminada a participação portuguesa neste evento desportivo, chegou a altura de o fazer.

 

Não pertenço aos clubes dos que amam nem dos que odeiam Carlos Queirós. Não o detestando, nunca "fui muito à bola" com ele como seleccionador. A fase de qualificação não foi fácil, conseguimos bilhete para a África do Sul mesmo ali "rés-vés campo de Ourique" (só expressões jeitosinhas, hein?). Quando convocou os 24 jogadores não compreendi algumas escolhas (Ricardo Costa, Zé Castro, Pepe ex-lesionado sem rodagem, entre outras) como também não compreendi algumas ausências, João Moutinho, anyone?! Ontem, a substituição do Hugo Almeida deixou meio mundo perplexo e bem se viu o que aconteceu a partir daí. O Professor não esteve bem nas decisões, e a equipa perdeu-se depois do golo sofrido. Sim, foi fora de jogo mas não justifica a dormência, o nervosismo, o desaparecimento de Portugal.

 

Nos jogos da fase de grupos, excepção do jogo contra a Coreia do Norte, a selecção jogou morna. O melhor  do Mundo claramente joga na selecção da Argentina, porque mais uma vez, o CR7 ou CR9 desiludiu. Parece que só sabe jogar nos clubes que lhe pagam milhões, na selecção esquece-se do que sabe fazer e maravilha tanta gente. É triste. Com o pouco futebol que mostrou (quase nada, ontem então desapareceu na 2ª parte do jogo) e, ao caír do pano, demonstrando a pouca educação e falta de sentido de responsabilidade.  Capitão da Selecção?! Façam-me o favor. Um puto mimado com demasiado protagonismo, demasiado dinheiro, demasiada fama, a fazer uma birra. Isto é de capitão? Desculpas evitam-se e explicações posteriores ao seu comentário também. Cuspir num cameraman também lhe ficou bem; ser o único a não saber o hino, bravo! Uns tempos no banco de suplentes talvez lhe dessem algo em que pensar e alguma humildade.

 

Nem tudo foi mau. Felizmente, houve jogadores que se destacaram pela positiva, fizeram um bom Mundial, mas só eles não conseguem carregar uma equipa. Parabéns Raul Meireles, Eduardo, Tiago e Fábio Coentrão, mereciam ficar mais um bocadinho por terras africanas.

 

 

 

 

link do postPor costela de adão, às 19:41  o que se disse (9) para dizerem algo

27.6.10

Já consegui tirar sons da vuvuzela. Andava a soprar demais quando afinal aquilo é bem mais simples. Eu é que tenho a mania que é tudo complicado, e vai de complicar ainda mais. Pronto, já me passou a frustração. Agora vou ali "chamar umas abelhas" e já venho.

 

sinto-me: vuvuzelante
link do postPor costela de adão, às 12:06  o que se disse (3) para dizerem algo

25.6.10

E também acho o som daqueles milhares de vuvuzelas insuportável. Não sei como os jogadores aguentam aquele "enxame" ali durante toda a partida. 

 

link do postPor costela de adão, às 00:10  o que se disse (3) para dizerem algo

Devo ser a única pessoa que não consegue tirar um som de uma vuvuzela.

 

 

sinto-me: sem fôlego
link do postPor costela de adão, às 00:06  o que se disse (2) para dizerem algo

11.6.10

Se não tivesse o rabiosque de tamanhito acima da média e fofo que tenho (e do qual me queixo tantas vezes), o tralho que esta Costela deu podía ter doído mais. 

 

 

tags: ,
sinto-me: dorida, apesar de tudo
link do postPor costela de adão, às 19:57  o que se disse (4) para dizerem algo

5.6.10

Gosto de filmes assim. De pessoas que se estão a conhecer e a perceber o seu lugar no mundo. E que se cruzam com outras pessoas na mesma situação. Num país e cultura completamente diferentes dos seus. E com uma cena final que deixa a cada um a possibilidade de pensar o que bem entender. Fica o trailer, resume tudo.

 

 

 

 

música: Mlore than This by Roxy Music
link do postPor costela de adão, às 16:37  o que se disse (4) para dizerem algo

1.6.10

Então a senhora Duquesa ou ex-Duquesa de York, Sarah Ferguson, deu um entrevista à Oprah Winfrey e justificou a sua atitude corrupta com uma bebedeira! Só porque tinha bebido é que tentou sacar uns trocos. Ok, tudo bem, então!

Será que ela acredita que isso melhora o estrago e a sua imagem?

 

link do postPor costela de adão, às 20:36  o que se disse (5) para dizerem algo

(Já toda a gente comentou e eu não estou para ficar atrás)

 

Impressões da 1ª gala:

 

- Para quem já viu o programa americano, a versão made in Portugal parece não de outro campeonato, mas de outra galáxia.

- Eu até não desgosto do presidente dos jurados mas acho que ele e a outra senhora que sabem do assunto podiam ter criticado pela negativa, aquilo que era criticável em vez de se desfazerem em elogios mesmo quando a coisa não o pedia. Sabemos que a dança em Portugal não é uma arte das massas e talvez este programa sirva para dar um empurrão, talvez. Mas que seja possível falarem mal quando é para falar mal, desde que construtivamente, claro.

- Quanto ao Miguel Quintão, o senhor devia era voltar para a rádio, que é onde ele está bem até porque tem muito boa voz e eu gostava de o ouvir (na rádio) antes de o ouvir e ver (na tv), porque para aqueles comentários de taradolas babado já não há paciência. Não há ninguém que cale o homem? Tremendo erro de casting. E se estes programas são fiéis ao original, porque não é o 3º elemento do painel de jurados alguém ligado à dança? É que aquele homem não está lá a fazer nada. Em todas as opiniões que leio na blogosfera e conversas que vou tendo, a opinião acerca dele é unânime: tarado.

- Em relação às coreografias, gostei muito das contemporâneas e notou-se muito bem o desconhecimento do público português pelo género, dado que conseguiram ficar no top das menos votadas, quando houve coisas mais fraquinhas.

 

Aguardemos pelos próximos capítulos.

 

 

link do postPor costela de adão, às 20:08  o que se disse (7) para dizerem algo

Pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Junho 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

28
29


arquivos
links
A Passear no Paraíso