Observações sobre tudo e sobre coisa nenhuma
11.10.09

O programa Ídolos está de regresso à SIC. Vi um bocado do primeiro programa no Domingo passado. E não sei se é de ter acabado de ver a 8ª edição do American Idol - e do facto de quando passaram as duas edições anteriores na SIC ainda não conhecer o original - , a verdade é que este ídolos em Portugal me lembra o parente mais pobre da família. Não estou a falar dos candidatos a artistas, bons, maus, cromos, cómicos, arrogantes, humildes, nervosos, confiantes, esses estão em todo o lado. Mas a postura do juri...não gostei. O Sr. Moura dos Santos, que no passado já tinha dado a conhecer o seu mau feitio e alguma má educação, já os voltou a mostrar, contrabalançado, apesar de tudo,  com alguns momentos mais light e simpáticos. O Simon Cowell, goste-se ou não do seu estilo, é único e qualquer tentativa de o imitar sai gorada. Não sei se por causa do Rock in Rio - será que o vencedor actua na próxima edição? - o elemento feminino do painél de jurados é a Roberta Medina. Discutível, se não fôr pelo motivo acima indicado e que não sei se corresponde à verdade. Os outros senhores, ambos com um nome estrangeiro mostram um ar de arrogância para co os concorrentes que mete dó. Como já conhecia o Sr. Boucherie Mendes de outros programas da SIC, confesso que me desiludiu um pouco a atitude a dar pró tio, mal educada (sempre ouvi dizer que é falta de educação amarrotar papéis na frente dos outros sem pedir licença - mas educação não vem com o nome) e demasiado altiva. Ainda agora o programa começou e espero que corra melhor, mas se continuar por este caminho vou desejar com muita força o regresso do American Idol à Fox Life. Porque um bom original é sempre melhor do que uma má cópia.

 

 

Update: Estou a acompanhar o 2ª programa e parece que para se ser cantor/a em Portugal não se pode usar óculos. O Sr. Mendes aconselhou uma miúda de 15 anos a tirar os óculos e usar lentes de contacto. Muito triste. O que será que o Rui Veloso pensa disto?!

 

E depois de terminar o 2º programa, mantenho a opinião. E o Sr. Mendes consegue ser mais desagradável do que o Sr. Santos. E também é bonito ver o juri a gozar à brava com os candidatos, fica-lhes muito bem o ar adolescente...

 

sinto-me: desapontada
música: American Idol
link do postPor costela de adão, às 17:42  para dizerem algo

De Marafadinha a 12 de Outubro de 2009 às 11:01
Nunca apreciei/aprecio lá muito este programa, até porque considero que, no nosso país, estes programas são ridículos pois não temos mercado para tanta edição de cantores (mas isto sou eu que tenho mau feitio).
Também não achoq ue seja preciso ser tão arrogante a dar uma opinião aos concorrentes e tb não percebo a escolha da D. Roberta.
Mas uma coisa é certa, gosto de apreciar como há tanta gente neste país que não "se enxerga". Será possível??!!!

De costela de adão a 12 de Outubro de 2009 às 19:28
Não é mau feitio, não. É a realidade. Nos EUA mesmo quem não ganha estes concursos tem a possibilidade de seguir uma carreira. Aqui nem os que ganham, quanto mais os outros. Não há oportunidades nem mercado. E a falta de sensatez de alguns "cantores" é gritante. E cómica, muito cómica!

De costela de adão a 13 de Outubro de 2009 às 19:49
E a escolha da D. Roberta também não entendi. Para uma pessoa que organiza um festival de música com a dimensão do Rock in Rio, soam-me a poucochinho os comentários aos candidatos serem só sobre a atitude, o carisma, o estilo e coisas do género. Sobre qualidades vocais, técnica, timbre, etc, nem um pio.

De S a 14 de Outubro de 2009 às 12:20
Eu acho que temos optimos cantores a participar. COncordo contigo em relação aos juris, acho que eles exageram na falta de educação, mas é tudo para dar espectaculo na minha opinião.

De costela de adão a 15 de Outubro de 2009 às 21:55
Até pode ser só show-off, sim. Mas é tão irritante! Em relação aos candidatos, 2 programas foram suficientes para mostrar alguns cromos, mas também pessoas com qualidades. Vamos ver o que se segue.

De S a 16 de Outubro de 2009 às 00:16
Pois, estou muito curiosa para ver os candidados que falta, temos muito talento, infelizmente não temos é muita saída em Portugal.

De margarida a 1 de Novembro de 2009 às 20:33
Acho esse senhor Mendes, de quem não sabia o nome mas desejava saber para fazer um post deste género, de um sem nível impressionante.
E sem imaginação. De entre as pérolas que lhe saem da boca quero destacar a intemporal "fazes tanta falta aqui como um pinguim numa aula de ioga", só porque não me lembro de outras igualmente más. A sério que pagam a este senhor para estar 2 minutos (o tempo que os concorrentes cantam) a inventar piadas destas? Duvido que ele consiga ver em casa as figuras que faz e rir-se.
O Sr Moura dos Santos está mais comedido, e fica-lhe muito bem.
Educado mesmo, e fofinho, é aquele júri entre a Roberta e o Boucherie Mendes.

De costela de adão a 2 de Novembro de 2009 às 20:31
O Sr. Mendes é o director dos canais temáticos da SIC, o que explica a sua presença no painél de jurados. Pode não ser educado, se calhar nem percebe muito de música, mas é director, o que ele deve achar que lhe dá um grande estilo e graça natural (não tem). Quanto mais o oiço, menos o topo, principalmente pela má educação. As piadas não têm gracinha, talvez estejamos perante um comediante falhado?! O Sr. Moura dos antos, apesar de um ou outro momento menos simpático, está bem melhor. O outro senhor fofinho (palavras tuas eh eh) até mesmo dizendo uma coisa ou outra menos fofa lá de vez em quando, acaba por ser o mais acolhedor e educado.

Ainda do Sr. Mendes achei piada a uma miúda - de alcunha Lolita - que passou à 2ª fase e a quem ele disse que quando a viu não dava um centavo por ela. E a miúda com um ar muito espevitado e até admirado: "Então porquê?" É muito feio julgar as pessoas sem as ouvir.

Já agora, a máquina de café já está escolhida?

De margarida a 20 de Novembro de 2009 às 14:32
É feio julgar pelas aparências sim, mas eu também não dava nada por ela, só que nunca lhe diria, claro! Agora é a minha preferida e aquela actuação dela no teatro foi qualquer coisa de genial!

Quanto à máquina.. Eu gosto muito daquela verdinha da Dolce Gusto, verdade, mas no outro dia passei pela loja da Nespresso no Porto e fiquei na dúvida. Como diz alguém que me conhece muito bem, só vai ficar decidido quando alguém me oferecer alguma. E se por acaso calhar ter as duas em casa, a dúvida vai passar a ser: e qual é que eu uso hoje? Em qual é que eu faço o café para o pequeno-almoço?! :p

De costela de adão a 22 de Novembro de 2009 às 22:52
As pessoas surpreendem-nos, seja pela positiva, seja pela negativa. Gosto mais quando acontece a 1ª.

Em relação às máquinas de café, eu tenho a Dolce Gusto, gosto muito por ser multi-bebidas e não apenas de café. Quanto ao café em si, sei que o da Nespresso é melhor. Mas não sei se a Nespresso já tem multi-bebidas e em caso afirmativo, se a um preço acessível (ligeiramente) como a Dolce Gusto. Se te oferecerem aoenas uma, fica decidido de vez :-)

Pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Outubro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
17

19
20
21
22
23
24

25
27
28
29
30
31


arquivos
links
A Passear no Paraíso