Observações sobre tudo e sobre coisa nenhuma
8.3.10

Apesar da fase menos boa que a indústria cinematográfica pode estar a atravessar, não há dúvida que a cerimónia de entrega dos Óscares continua a ser um marco e um daqueles must see shows. Ele é a passadeira vermelha cheia de glamour e com o desfile do melhor e do pior que se faz na alta costura, a apresentação com bons momentos de humor (embora a cerimónia de 2009 apresentada pelo Hugh Jackman se mantenha no top) e a ansiedade de saber quem leva a estatueta.

 

Finalmente uma realizadora ganhou um Óscar - por um filme que muitos poderiam pensar ser de um homem pelo tema que aborda - e se James Cameron julgava que Avatar estava garantido como melhor filme, bem pode achar que foi tramado pela ex-mulher.

 

Quanto a mim, tentei resistir (ao sono) no sofá enquanto pude. O sono ganhou uns rounds, eu outros. Consegui acordar a tempo de ver a entrega do prémio mais ambicionado da noite. É o chamado timing!

 

                                 

 

 

sinto-me: ensonada
link do postPor costela de adão, às 19:36  para dizerem algo

De Sorriso a 9 de Março de 2010 às 10:09
Eu não consigo ver. Dá super tarde e o sono vence-me sempre. :p

Beijocas :)

De costela de adão a 9 de Março de 2010 às 19:52
Já consegui acompanhar na íntegra algumas vezes. Este ano já desconfiava que não ía ser tão fácil e ficou provado que não. Mas aos bocadinhos lá fui vendo alguma coisa. Bjk

De cuidandodemim a 10 de Março de 2010 às 15:44
Também adoro cinema, mas não consegui ficar acordada :)

De costela de adão a 12 de Março de 2010 às 18:40
É difícil. E porque é preciso ir trabalhar no dia seguinte a coisa ainda é pior!

De S a 11 de Março de 2010 às 23:33
Eu aguentei até ao fim, mal acabou, fui logo dormir, mas valeu a pena ver =)

De costela de adão a 12 de Março de 2010 às 18:40
Vale sempre a pena, mas a luta contra o sono é que é muito desigual :-)

De Marafadinha a 15 de Março de 2010 às 15:20
Olha e por falar em filmes.(Conto ir ver ainda a Alice, o Precious, o livro de Elli... pelo menos no cinema,)mas no Sábado fui ver o Shutter Island com o DiCaprio (de quem não sou fã, mas o Ken gosta) e digo-te, o filme é brutal! Muito estranho, mas muito supreendente e ainda nos põe a pensar sobre a vida...
Já viste?

De costela de adão a 15 de Março de 2010 às 19:51
Olha, eu estou uma nódoa no que toca a cinema. O último filme que vi foi o Sherlock Holmes com a Little Sis e não voltei a pôr lá os pés. Na altura também falámos de ver a Alice. Quanto ao Shutter Island, li qualquer coisa na Premiere sobre o filme, pareceu-me coisa séria mas fiquei na dúvida se é forte para quem tem estômago fraco - como eu - ou em termos psicológicos. Das tuas palavras, penso ser a segunda hipótese. Não sou uma fã do diCaprio mas acho que ele tem crescido como actor e afirmou-se, provando que não é só uma carinha laroca (à qual eu, pessoalmente, nunca achei muita graça).

Pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Março 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

16
17
18
19
20

21
22
24
25
27

28


arquivos
links
A Passear no Paraíso