Observações sobre tudo e sobre coisa nenhuma
16.4.11

Tal como acontece com algumas relações, também as séries de televisão (sim, eu sei, que raio de comparação!) atravessam períodos menos bons que podem culminar com o cansaço e/ou afastamento. E, dada a proliferação de séries (em tempos escrevi um post sobre isto), não sei se não sería melhor para algumas retirarem-se enquanto estão assim-assim do que esperar por uma saída pela porta pequena. Isto, como é óbvio é a minha opinião acerca de algumas que já acompanhei com mais entusiasmo. Concretamente acerca de Donas de Casa Desesperadas, que vai na 7ª temporada mas da qual me desliguei há muito. Se calhar a ver tudo bem, se não, tudo bem na mesma. Depois de um arranque em alta, com graça, humor e mistério, creio que a série tem vindo a perder interesse. Ainda que utilize os mesmos ingredientes a força do argumento talvez se tenha perdido ao longo de sete anos.

Clínica Privada, o spin-off de Anatomia de Grey existe há menos tempo, 4 temporadas,  mas confesso que a 3ª me deixou pé atrás e com pouco interesse em assistir. As confusas relações pessoais sem sumo, sem amor, sem ponta por onde se pegasse, deixou-me desconfiada em relação ao sucesso futuro. Pode ser uma fase, também Anatomia de Grey passou por isso e depois teve 2 temporadas em grande, tendo a 6ª um final impressionante.

Enfim, tal como as relações que por vezes passam por momentos  menos bons para depois se reerguerem, o mesmo poderá acontecer com algumas das séries que em tempos gostei de ver.

 

link do postPor costela de adão, às 12:32  para dizerem algo

Pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Abril 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15

17
19
20
23

24
25
26
27
28
29
30


arquivos
links
A Passear no Paraíso