Observações sobre tudo e sobre coisa nenhuma
21.2.12

Vem este post a propósito de ter lido há algum tempo um artigo sobre certas coisas que entre os elementos do casal deviam permanecer ignoradas pela outra parte. Coisas como lavar os dentes ou fazer xixi na presença do(a) parceiro(a). Confesso que não vejo no que é que estes actos tão naturais e/ou normais podem levar a que o outro ganhe aversão por nós ou vice-versa. Não querendo dizer que é preciso andar a fazer tudo de porta aberta, não condeno por exemplo eu estar no banho ou a lavar o dentes e o meu Adão precisar de urinar, e fazê-lo. Ou o contrário, também acontece. Em termos de intimidade, creio que experienciamos momentos, gestos e actos demasiado íntimos - perdoem a repetição -  para depois nos preocuparmos e envergonharmos com coisas normais do dia-a-dia. Viver a dois é um compromisso, é uma partilha e não devemos estar com o outro como se de um estranho se tratasse.

 

link do postPor costela de adão, às 18:45  para dizerem algo

Pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Fevereiro 2012
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

14
15
16
17
18

20
23
24

26
27
28
29


arquivos
links
A Passear no Paraíso