Observações sobre tudo e sobre coisa nenhuma
3.11.09

 A minha amiga Marafadinha desafiou-me há algum tempo, mas eu armei-me em desnaturada e nada de responder. Mas eis que o faço agora. Então, seguem abaixo as respostas para saberem mais um pouco de mim:

 

Mania: Chamo-lhe antes um tique e é feio: roer as peles secas dos dedos. Há alturas em que tenho as mãos numa lástima.

 

Pecado Capital: Assim de repente acho que não tenho nenhum. Ai esperem, a Ira; quando estou no trânsito transformo-me (só um bocadinho).

 

Melhor cheiro do mundo: Frescura do campo. Há dias fui dar uma volta numa zona mais rural e o cheirinho a "verde", tão fresco, tão puro, tão bom.

 

Se o dinheiro não fosse problema: (e a consciência não me pesasse depois, apesar de estar rica) Comprava os bilhetes para estar na RED Zone no concerto dos U2, ali mesmo em cima do Bono e Cª.

 

História de infância: Apesar de não ser dada a birras fiz uma que envergonhou a minha mãe. Foi em casa de uma senhora que me ofereceu uma banana e eu, fazendo justiça à piada do "o que é que se diz?", quis outra...

 

Habilidade como dona de casa: Fazer um bonito monte com roupa para passar a ferro conta?

 

O que não gosta de fazer em casa: Pela resposta acima já devem ter percebido que é passar a ferro. É que não gosto nada. Valha-nos os Inverno que as malhas não precisam de ferro.

 

Frase preferida:  Gosto de algumas, como por exemplo "Deus quer, o Homem sonha, a Obra nasce! (Fernando Pessoa)

 

Passeio para o corpo: Uma massagem relaxante, humm... E como ando a precisar de uma coisa dessas.

 

Passeio para a alma: Qualquer mudança de ares pela positiva. Às vezes basta um fim de semana fora do nosso sítio do costume para fazer toda a diferença.

 

O que me irrita: Falta de civismo, egoísmo

 

Frases ou palavras que uso muito: Uma vez disseram-me que eu pedia desculpa muitas vezes, mas acho que isso já não é bem assim.

 

Palavrão mais usado: Não sou de muitos, muitos palavrões. Mas no trânsito é muito fácil ouvirem-me uns F***-se, filho da p*** e por aí.

 

Vou aos arames: Com as mesmas coisas que me irritam. Ainda no Domingo vi uma senhora no parque de est. de um supermercado com espaço para estacionar bem o carro, usar 2 lugares. Fiquei possessa...E também mexe comigo ver pessoas usarem os lugares de deficientes sem terem qualquer deficiência.

 

Talento oculto: Será cozinhar? Eu não sei muito, nem sempre tenho paciência ou vontade, mas o que vou fazendo (o pouco) costuma saír bem. Será?

 

Não importa que seja moda, eu não usaria nunca: Padrões tigresse. Não é coisa que tenha a ver comigo.

 

Queria ter nascido a saber: Que nem todas as pessoas são sinceras e de vez em quando surpreendem-te pela revelação do seu verdadeiro carácter.

 

 

Agora é o habitual desafio a outras pessoas. Eu, que ando muito preguicenta, que ando, convido quem quiser a responder. Não demora muito e sempre vamos mostrando mais um pouco do nosso eu.

 

 

 

tags: , ,
sinto-me: desafiada
link do postPor costela de adão, às 21:22  o que se disse (14) para dizerem algo

Pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Novembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
19
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


arquivos
links
A Passear no Paraíso