Observações sobre tudo e sobre coisa nenhuma
27.5.09

À medida que crescemos e envelhecemos é costume ouvir-se que vamos ficar parecidas com as nossas mães. Eu acho que ainda é cedo mas o que é certo é que ontem apercebi-me que há uma coisa que a minha mãe costuma fazer comigo - e que me dá um nadica nos nervos - e que eu também faço com o meu Adão! Pois é, minha gente, não perdemos pela demora. A minha mãe de vez em quando gosta de me acabar as frases, mas raras vezes vai de encontro ao que quero dizer. Ontem, em conversa com o meu Adão, fiz-lhe o mesmo e com o mesmo resultado. Após alguma reflexão constatei que não foi a primeira vez que isto aconteceu. Daqui para a frente terei que ter tento na língua, mais paciência para a mãe e começar a acreditar na frase "quando chegares à minha idade... ... ...."

 

sinto-me:
música: Hate to say I told you so (The Hives)
link do postPor costela de adão, às 21:46 

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Maio 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
15
16

17
20
23

24
25
26
28
29
30

31


arquivos
links
subscrever feeds
blogs SAPO