Observações sobre tudo e sobre coisa nenhuma
14.12.09

Estava aqui a ver um episódio do Dr. House e um personagem - QI elevado, pensador brilhante - diz que ao conhecer a mulher com quem casou ela não se interessou se ele era inteligente ou não. E pela primeira vez na vida sentiu-se feliz; e preferiu ser feliz a ser inteligente. E como umas coisas levam a outras, isto levou-me a pensar naquelas pessoas que em nome de um sonho, desejo, um amor, deixam tudo sem olhar para trás. Não deixo de sentir admiração por elas. São corajosas; eu não sei se teria essa coragem, mas admiro quem a tem.

 

sinto-me: pensativa
música: No Regrets
link do postPor costela de adão, às 21:33 

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Dezembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
19

21
22
23
25
26

27
28
29
30
31


arquivos
links
A Passear no Paraíso