Observações sobre tudo e sobre coisa nenhuma
8.3.10

Apesar da fase menos boa que a indústria cinematográfica pode estar a atravessar, não há dúvida que a cerimónia de entrega dos Óscares continua a ser um marco e um daqueles must see shows. Ele é a passadeira vermelha cheia de glamour e com o desfile do melhor e do pior que se faz na alta costura, a apresentação com bons momentos de humor (embora a cerimónia de 2009 apresentada pelo Hugh Jackman se mantenha no top) e a ansiedade de saber quem leva a estatueta.

 

Finalmente uma realizadora ganhou um Óscar - por um filme que muitos poderiam pensar ser de um homem pelo tema que aborda - e se James Cameron julgava que Avatar estava garantido como melhor filme, bem pode achar que foi tramado pela ex-mulher.

 

Quanto a mim, tentei resistir (ao sono) no sofá enquanto pude. O sono ganhou uns rounds, eu outros. Consegui acordar a tempo de ver a entrega do prémio mais ambicionado da noite. É o chamado timing!

 

                                 

 

 

sinto-me: ensonada
link do postPor costela de adão, às 19:36 

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Pesquisar neste blog
 
mais sobre mim
Março 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12

16
17
18
19
20

21
22
24
25
27

28


arquivos
links
subscrever feeds
blogs SAPO